Conselho de Usuários da TIM apresenta cases de responsabilidade social

Em reunião da Frente Parlamentar em Defesa das Pessoas com Deficiência nesta quinta-feira (4), na Faculdade Facho, em Olinda foi lançando uma versão do Código de Defesa do Consumidor em braile e em libras, para as pessoas com deficiência visual e auditiva. Essa iniciativa partiu do Conselho de Usuários da empresa de telefonia TIM.

 

No encontro, estavam presentes a Anatel, OAB, Procon e a Frente Parlamentar em Defesa das Pessoas com Deficiência, idealizada por Terezinha Nunes (PSDB).

Na ocasião, também foi apresentado o Emoti Sounds – projeto da TIM que dá som aos emojis para as pessoas com deficiência visual ouvirem as expressões dos bonequinhos virtuais.

emotisounds.jpg

 

Ainda no encontro, o Conselho apresentou um aplicativo chamado Giulia que é uma interprete de libras para facilitar a acessibilidade comunicacional.

6a1b60ba-86df-48c9-bf58-27eaf4ce648d.jpg

 

O consultor em acessibilidade Artur Mendonça apresentou um projeto de app para tornar os cardápios acessíveis. O projeto foi apresentado ao diretor da Abrasel, Eduardo Salazar.

timacessibilidade.jpg

 

O Conselho de Usuários da TIM é uma entidade de responsabilidade social da empresa que congrega representantes da OAB, das defensorias públicas de vários estados, sociedade civil e instituições privadas.  

Ricardo Alves, secretário nacional do Conselho de Usuários da TIM, que comandou parte da apresentação, apresentou os trabalhos de acessibilidade e responsabilidade social. Pessoas que não são usuárias da TIM podem usar esses recursos.

TIMacessibilidade.jpg

Link do Conselho de Usuários da TIM: http://www.tim.com.br/pe/sobre-a-tim/regulatorio/conselho-de-usuarios